DENÚNCIA: Maus tratos aos animais

Faço questão de compartilhar com vocês, leitores do meu blog, um assunto que muito me incomoda e para o qual a única saída é a denúncia. O Clube dos Vira Latas, em sua página na rede social Facebook, publicou um texto que serve tanto para reflexão quanto para informação mesmo, pois muitos de nós não sabe o que está por trás dos belos e fofos filhotes nas vitrines das pet-shops. Eles são lindos, é inegável. Mas de onde vêm? Já parou pra pensar nisso?

Leiam o texto com atenção:

 

O assunto “comprar cachorros ou gatos” é sempre delicado. Infelizmente, a maior parte das pessoas desconhece de onde vem aquele “filhote bonitinho” que está no Pet Shop e conhece menos ainda como funcionam parte dos criadouros. Ninguém entende porque cães comprados (geralmente os pequenos, por serem maioria) são tão estressados e fazem tanto barulho e acham que não há relação disso com o negócio de criação, mas há.

Em um criadouro comum, a lógica comercial é simples: vidas são um negócio. Um negócio serve para dar lucro e quanto menos custos, melhor. Dezenas de casais novos são escolhidos como reprodutores e as fêmeas são inseminadas naturalmente, muitas vezes, iniciando com apenas 8 meses de idade, já no primeiro cio, quando seu corpo geralmente ainda não está pronto para isso. Cada ninhada pode chegar a 16 filhotes e a cadela é inseminada repetidamente a cada cio, até não aguentar mais. Os filhotes mamam por cerca de 30 dias, quando deveriam m…amar por no mínimo, 45. Existem estudos, um deles que até gerou um programa que é exibido no Discovery Channel com o título “Porcos: animais geniais”, que provam que mamíferos desmamados precocemente tendem a ser mais estressados. E aqui está a explicação de porquê cães de criadouros, que quase sempre são desmamados precocemente, são tão estressados e barulhentos. Quem já não viu cães de raça minúsculos dando verdadeiros escândalos na rua ou em casa?

Ocorre que o desmame precoce aumenta o lucro, pois diminui o custo de manter os animais no criadouro e traz o dinheiro mais rápido. Os casais reprodutores, quando deixam de gerar bons filhotes pela exaustão, costumam ser descartados ainda com 3 ou 4 anos de vida, pois se não podem mais gerar lucro, tornaram-se apenas custos. Os filhotes que nascem com qualquer problema, são igualmente descartados.

A foto abaixo mostra essa realidade: um casal de Goldens que junto com outros 12 cães foram descartados em SP por não gerarem mais lucros como reprodutores. Neste momento, outros casais de cães, mais jovens, já os substituíram e estão “trabalhando” para, daqui há poucos anos, terem o mesmo fim. E assim, a engrenagem funciona, infelizmente, patrocinada por quem compra.Image

 
 
Por Anna Motzko: Não consegui encontrar o nome do local onde o casal de Golden se encontra. O grande ponto é não deixar que isso continue acontecendo de forma incontrolável. Você não pode ser cúmplice dos maus tratos aos indefesos!
Sabendo que existe algum animal sofrendo, não exite! Ligue para um dos números abaixo:

Disque Denúncia: 181 (ligação anônima e gratuita)

Polícia Militar: 190

Disque Meio Ambiente: 0800 11 35 60

IBAMA – Linha Verde: 0800 61 80 80

Cabe a nós defendê-los e acabar com a impunidade nesse país!

Anna Motzko

Um feliz dia de São Valentim a nós!

Hoje, 14 de fevereiro, é comemorado o dia de São Valentim – nos Estados Unidos e em um montão de outros países longe daqui. É o famoso Valentine’s Day! Adoro datas que nos levam a lembrar dos amigos e das pessoas amadas, e essa é uma delas. Capitalismo ou não, vale a pena um agradinho àquela amado ou amada – amigos estão totalmente incluídos, e não só os namorados e afins.

Fiquem, então, com um pouquinho da história de São Valentim e do porquê da data 😉

ImageA história do Dia de São Valentim remonta a um obscuro dia de jejum tido em homenagem a São Valentim. A associação com o amor romântico chega depois do final da Idade Média, durante o qual o conceito de amor romântico foi formulado.

O bispo Valentim lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que havia proibido o casamento durante as guerras acreditando que os solteiros eram melhores combatentes.

Além de continuar celebrando casamentos, ele se casou secretamente, apesar da proibição do imperador. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens lhe enviavam flores e bilhetes dizendo que ainda acreditavam no amor. Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, ele se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão. Antes da execução, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como “Seu Namorado” ou “De seu Valentim”.

Considerado mártir pela Igreja Católica, a data de sua morte – 14 de fevereiro – também marca a véspera de lupercais, festas anuais celebradas na Roma antiga em honra de Juno (deusa da mulher e do matrimônio) e de Pan (deus da natureza). Um dos rituais desse festival era a passeata da fertilidade, em que os sacerdotes caminhavam pela cidade batendo em todas as mulheres com correias de couro de cabra para assegurar a fecundidade.

Outra versão diz que no século XVII, ingleses e franceses passaram a celebrar o Dia de São Valentim como a união do Dia dos Namorados. A data foi adotada um século depois nos Estados Unidos, tornando-se o The Valentine’s Day. E na Idade Média, dizia-se que o dia 14 de fevereiro era o primeiro dia de acasalamento dos pássaros. Por isso, os namorados da Idade Média usavam esta ocasião para deixar mensagens de amor na soleira da porta do(a) amado(a).

Atualmente, o dia é principalmente associado à troca mútua de recados de amor em forma de objetos simbólicos. Símbolos modernos incluem a silhueta de um coração e a figura de um Cupido com asas. Iniciada no século XIX, a prática de recados manuscritos deu lugar à troca de cartões de felicitação produzidos em massa. Estima-se que, mundo fora, aproximadamente mil milhões (Portugal) (um bilhão no Brasil) de cartões com mensagens românticas são enviados a cada ano, tornando esse dia um dos mais lucrativos do ano. Também se estima que as mulheres comprem aproximadamente 85% de todos os presentes no Brasil.

O dia de São Valentim era até há algumas décadas uma festa comemorada principalmente em países anglo-saxões, mas ao longo do século XX o hábito estendeu-se a muitos outros países.

Fonte: http://www.history.com/topics/valentines-day

A todos os amigos e amigas – e, principalmente, ao meu querido namorado, um feliz e abençoado dia de São Valentim. Não importa o fato de estarmos no Brasil, não. É de coração!

Beijos, abraços e flechinhas de cupido,

Anna Motzko

um ‘boa noite’ e um conselho.

Seja você.

Mas VOCÊ em toda a sua essência, com toda a sua força e sua vontade, sem deixar de ser, um só minuto, aquilo que quer realmente ser.

Não deixe que o dia-a-dia faça de você o que ele bem entender.

Nem faz idéia do quanto isso fará a diferença pra ti e pro mundo.

Fica minha dica!

Boa noite a todos.

Anna Motzko